Pesquisa Google/Povo Leonino
POVO LEONINO: SPORTING AOS SÓCIOS!

POVO LEONINO: SPORTING AOS SÓCIOS!

Agenda Sporting: http://www.sporting.pt/Info/Agenda/Info_Agenda.asp

29.10.05

João Aroso.

Fiquei bastante supreendido e contente com o regresso de João Aroso para o cargo de preparador fisíco do Sporting. Pelo seu curriculum e pelo trabalho efectuado no Clube, esta contratação merece a minha total concordância. agora só não entendo como é passados tão poucos meses de ter chegado à Grécia, e a um projecto que o mesmo classificou como "irrecusável", esteve disposto a regressar a Alvalade.

Um bom acto de getão de Soares Franco.

Sporting!

26.10.05

O futebol é do povo!


Estádios sem espectadores, loja e secretaria do clube (ou sociedade) apinhadas de gente a entregar a sua contrbuição generosa e todos os outro atentos à evolução do título no mercado bolsista...enquanto a equipa joga para...os accionistas.

É este o futebol que muitos querem!

Um jogo às 15h de uma quarta-feira e umas bilheteiras a não funcionarem, repetindo a façanha de épocas passadas. Ninguém vê a bola: nem quem está a trabalhar, nem quem tenta ir ver ao estádio.

Há quem não queira, há quem não nos queira nos estádios.

"Sem Adeptos, o futebol deixa de ser um negócio, deixa de existir espectáculo, deixa de existir futuro"- Ultras "Rossoneri".

O Futebol é do Povo!

Sporting!

PS: O Sporting ganhou e isso faz-me feliz...muito feliz!

24.10.05

Jogo de Cowboys

Estavam 18 comboys a jogar às copas. No decorrer do jogo decisivo num torneio, um deles, olhando para o seu baralho, apercebeu-se que ia "levar" com a dama de paus e perder o dito. Mas, ele achava-se mais esperto do que os outros e exclamou: "A partir de agora quem ficar com a dama de paus vence o torneio!".

O que aconteceu depois? Não sei, ainda não aconteceu mais nada. Mas, espero que o jogador listado de verde e branco não se acomode e levante a sua voz!

Sporting!

PS: Quem é que queria inscrever um guarda-redes, mesmo que para isso tenha que alterar as leis do jogo a meio deste?

Aprendam ladrões de todo o mundo

No sábado, Manu, jogador do benfica emprestado ao E.Amadora, consegue, em esforço, manter a bola dentro das quatro linhas, fazendo um cruzamento para um golo espectacular de calcanhar dum colega seu. É verdade que também o "frango" do novo Preudhomme foi proporcional à beleza do toque de calcanhar...por isso "Vamos lá anular o golo"- pensou o 'senhor' juiz da partida.

No Domingo em Barcelos, para além de Beto ser abalrroado por um jogador gilista, este ainda corta a bola com o braço -se fosse com a mão, que é um terço do tamanho dum braço, ainda podia ser que o árbitro não tivesse visto,mas um braço???...- e na segunda parte quando Liedson se preparava para "facturar" é feito de burro de carga na grande-área, mas..."Onde há falta nisso? Ele até ia marcar...!"- pensou o 'senhor' Paulo Costa.

O Petit é castigado por um "sumarissímo" com um jogo de suspensão a cumprir com o Leixões esta quarta-feira...dois jogos para o Campeonato depois.

Ainda agora o Campeonato começou, mas já temos um vencedor. Só ainda não entendi porque os árbitros não usam o escudo de campão na manga esquerda.

Sporting!

22.10.05

Aplaúdam-no que ele faz gracinha!


“(…) Sou sportinguista por causa do futebol.(...). Não tenho grande sensibilidade nem simpatia pelo eclectismo.(...)”

“(...) Existe o conceito de que o modelo ideal para o futebol consiste em accionistas ou investidores e adeptos, que não joga muito com o dos sócios e direcção eleita. Ou seja, o futebol hoje é um negócio profissionalizado e precisa de ter investidores sólidos e seguros, que têm de gerir a sociedade para cativar mais adeptos e estes não têm voz activa relativamente ao acompanhamento desportivo da Sociedade. São dois conceitos que não jogam.(...)

“(...), não tenho dúvidas de que, mais tarde ou mais cedo, o eclectismo de que falei vai acabar. Este não é o modelo do futuro(...)”

Filipe Soares Franco
In Jornal Record em 13/07/05


Retirado do blog da Ofensiva 1906. Vale a pena ler, mais um local de reflexão e trabalho Sportinguísta.

Sporting!

21.10.05

Respeitem-nas e tenham Orgulho!



AS CLAQUES NO SPORTING SÃO COMO O CLUBE...IMORTAIS!

Sporting!

20.10.05

Dar a outra face é de estupido!


Se há algo que mais desprezo na politica, e também na vida, é a hipocrisia. Por exemplo, é simplesmente lastimável quando vemos politicos pagos por todos nós a ofenderem-se e a ameaçarem-se de morte, e logo a seguir, depois das cameras da televisão estarem desligadas, a serem os melhores amigos do mundo, como se nada tivesse passado.

Hoje o Sporting deu a outra face, depois de ter dado a primeira neste último defeso. A noticia que Carlos Freitas se prepara para regressar em glória à SAD Verde e Branca deixou-me perplexo.
Depois de Carlos Freitas ter "batido com a porta" o seu trabalho para o Sporting tomou outra dimensão. Foram intrigas, entrevistas polémicas de ex-jogadores na sua companhia, conselhos a jogadores para não continuarem no Clube...tudo para denegrir e enfraquecer o Sporting. É este o senhor que muitos agora glorificam e estendem a passadeira. "É este o melhor funiconário que serviu o Sporting"- dizem eles. Então não!? Já pensaram no Vale e Azevedo para o lugar?

Se enquanto gestor de activos o seu trabalho foi claramente positivo, enquanto pessoa roçou a imbecilidade. Hoje todos criticam Paulo de Andrade, sócio cinquentenário, por não ter estado ao lado do plantel e de José Peseiro. Então, porque não o fazem em relação a Carlos Freitas também? Que ele fez mais nesta materia do que Paulo de Andrade? E em relação à suposta divisão entre o plantel e o treiandor, não foi Carlos Freitas o primeiro a isolar Peseiro no Sporting? Não foi Carlos Freitas que, por exemplo, dispensou Lourenço a meio da temporada sem dar cavaco ao treinador? Não foi Carlos Freitas, exímio de movimentos no mercado, que deixou o Sporting ser usado no negócio do Jorginho entre o Vitória de Setubal e o f.c porto?
Um homem que tanto mal fez ao Clube, que à primeira oportunidade fugiu em direcção aos rublos (se calhar por aqui se explica toda a situação do Enakahrire no Verão) não deixando passar a oportunidade para tentar destruir o Sporting, apenas merece desprezo do Clube.

Soares Franco diz que o Sporting é um Clube com memória, mas a desta direcção parece que é muito curta!


Sporting!

Feudo del Conde Franco


Chegou ao Sporting a "Primavera Marcelista". Uma direcção podre tenta subverter o Sporting a uma paz podre...com a conivência de muitos ilustres Sportinguístas. Cada um sabe de si, mas do Sporting sabem todos os Sócios.

A indigitação de Luis Filipe Soares Franco, ao melhor estilo feudal, pode tornar-se num dos episódios mais tristes da História do Sporting Clube de Portugal. Não havia a necessidade de corrermos mais outro risco e este de um valor potencialmente isuportável para a estabilidade do Clube.

O Sporting Clube de Portugal orgulha-se do seu Ecletismo. O Sporting enquanto clube é eclético e sem esta caracteristica deixaria de ser o Sporting que amamos. O que Soares Franco (não o vou conseguir tratar por presidente) defende para o Clube é o contrário ao que o mesmo é. Um clube empresa, ao bom estilo russo, em que o futebol é o único desporto praticado, por ser o único altamente rentável, e onde os Sócios ou se passam a chamar accionistas ou, então, contribuintes. O mais podre do futebol moderno está concentrado em doses brutas na pessoa de Soares Franco.

Se no plano téorico estamos, por enquanto, conversados, na acção o mandato de Soares Franco na SAD deixou marcas suficientemente negativas para esta solução nunca ter sido equacionada. Para comprovar esta ideia apenas relembro dois episódios, aos quais sem dificuldade poderei juntar mais alguns. Refiro-me ao manifesto e à "defesa" de Ricardo no final do último jogo na luz.

Quanto ao primeiro caso, Soares Franco defende uma aproximação clara ao seu amigo de negócios privados, Luis Filipe Vieira. Todo o mal visível que este manifesto fez ao Sporting e aos Sportinguístas não conta, pois, na opinião de Soares Franco, o manifesto é bom para alguém, que nunca descobri quem, e deve ser mantido a todo o custo.

No que ao segundo caso diz respeito, Soares Franco mostrou em Maio deste ano que é incapaz de defender o plantel do Sporting de brutais ataques dos verdadeiros inimigos do Clube. Quando no final do jogo Soares Franco considerou que Ricardo não tinha sofrido falta no golo dos vermelhos e que o jogo não tinha tido casos, colocou todo o grupo em completo xeque. Nem as declarações posteriores de Dias da Cunha foram suficientes para reparar um mal que...dura até hoje. Mais uma vez, submisso aos seus interesses pessoais e a um manifesto estupido, o Sporting ficou mais indefeso por culpa de quem menos se esperava: os seus dirigentes. E quando em Setembro se quis pôr as culpas de uma má forma do número 76 nos adeptos leoninos...inacreditável tanta hipocrisia.

Por tudo isto e por não se ter dado aos Sócios o poder de decidirem o que querem do Sporting, Soares Franco não é o meu presidente.

Sporting!

PS: Em 1999 houve eleições antecipadas no início de Novembro por demissão em bloco dos Orgãos Sociais do Clube. Nessa mesma época fomos campeões...18 anos depois.

18.10.05

O tempo urge!


Tudo está praticamente decidido. A direcção está podre e caduca, centrando toda a sua acutação num só homem que mostra claros sinais de cansaço e impaciência. Ao Dr. Dias da Cunha só me resta agradecer todos os dias e as muitas noites em que trabalhou para o Clube, desde há 10 anos para cá.

O tempo urge, meus caros! O tempo urge!


O Sporting apresenta um modelo na prática falido, sem força para comandar o Clube na direcção correcta. A estrutura da direcção é errada e a sua organização não existe. Os remendos encontrados depois de cada demissão não passaram disso mesmo, remendos. A base de um projecto com o qual o Dr. Dias da Cunha foi eleito desfez-se em Julho do ano passado.


A infeliz coincidência da decadência do projecto com a entrada do Prof. José Peseiro no Sporting obrigou este a suportar um fardo que não era seu, mas que ninguém quis acartar. A solidariedade com o ex-técnico do Clube mostrou-se desde logo inexistente e nem esporádicas declarações de alguns membros da administração da SAD o conseguiram disfarçar. O homem ficou só, entregue a um plantel que desde logo criou anti-corpos contra si. Sem poder algum e mostrando desde logo uma insuficiente gestão e comando da equipa, José Peseiro foi desde logo o alvo mais visado do descontentamento dos Sócios leoninos.

A situação na SAD sempre pareceu insuportável, onde ao minimo abalo toda a estrutura tremia. A gestão e processamento da informação foi inacreditavelmente mediocre. Tudo o que se quer saber sobre o fuebol do Sporting sabe-se...pelas paredes. Todos têm culpas, mesmo aqueles que não trairam o grupo, pois não conseguiram afastar quem o fazia. A comunicação com o exterior tem que ser sempre muito bem pensada, pois na área em questão qualquer deslize pode ser fatal. E foi.

Manter as coisas como estão significa degradar ainda mais o que ainda resta de bom nestes últimos 3 anos de mandato. Não vale a pena destruir o que resta e afastar ainda mais os Sportinguístas do seu Clube. A incerteza nunca é boa e há que esclarecer tudo o mais rápido possível. Se nos lembrar-mos que estamos a falar de uma empresa cotada em bolsa, então tudo é ainda mais grave.


Amanhã será um dia decisívo para clarificar as águas. Era muito importante que isso acontecesse. O voto de todos os Sócios seria o meio supremo de tal acontecer, sem jogadas de bastidores ou compadrios. Voto puro e duro, não há como enganar. Os Sócios não podem ser, mais uma vez, marginalizados, já não o querem mais, já não o suportam mais. Afinal, o Sporting é dos Sócios, é de todos nós!


Diferir todas as decisões para Agosto/Setembro de 2006 é tentar arranjar uma paz podre em Alvalade, deixando esta e a próxima época aos destinos do aleatório. O Sporting não pode ser governado pela incerteza, tem de haver uma liderança forte, organização e disciplina. Só existe uma forma de quem está a representar os Sócios na Direcção do Clube ter toda a legimitada dos mesmos: ganhando-a nas urnas.
Se o Dr. Dias da Cunha considera que é apoiado pela maioria dos Sócios e tem legitimidade para continuar o seu projecto, vá a votos e mostre a toda a sua oposição a sua força. Se não sabe o que poderá acontecer, deixe os Sócios decidirem, pois a sua sabedoria é como à do povo: soberana.

O tempo urge! Vamos traçar um futuro para o Sporting! Vamos a votos!


Sporting!